Como um livro de estilo pode ajudar na escrita de conteúdos

Como um livro de estilo pode ajudar na escrita de conteúdos

Todos temos escritores, artistas ou músicos favoritos que somos capazes de reconhecer pelo estilo ou pela voz. Por vezes, até por qualquer coisa de mais subtil. Pois bem, se quiséssemos aplicar o mesmo às marcas, como poderíamos fazê-lo? A resposta pode ser um livro de estilo.

As marcas também devem ter um estilo e uma voz próprios, percetível tanto na imagem como no conteúdo. Afinal, a forma de se mostrar e de comunicar é fundamental para chegar ao público-alvo e conseguir a sua valiosa confiança. Para isso, é preciso haver um conceito, uma mensagem e uma voz coerentes, o que pode ser um desafio quando estão envolvidos muitos profissionais.

Nesse sentido, o livro de estilo ajuda a cumprir estes preceitos e a manter a coerência nos variados conteúdos.

Que é um livro de estilo?

Essencialmente, é um conjunto de critérios que ajuda a uniformizar a escrita.

Geralmente, as marcas têm um guia ou manual de normas gráficas que dita como a imagem e o logo devem ser apresentados. Da mesma forma, devem ter um livro de estilo, ou seja, um manual que reúne questões a ter em atenção ao escrever para determinada entidade. Assim, preserva-se o rigor, a uniformização e a identidade nos vários conteúdos.

Aliás, existem dois exemplos internacionais, a Uber e o MailChimp, em que até ao ler o manual da marca conseguimos reconhecer o tom da empresa. 

Embora o livro de estilo defina uma linha condutora, não significa que não possa evoluir. Faz sentido que o faça: quando há novos conceitos, novos produtos ou se comunica para públicos diferentes, por exemplo, é natural que as regras de comunicação acompanhem essa mudança. O importante é estabelecer regras que sejam claras para todos: quem produz e quem lê. 

As vantagens de um livro de estilo

Existem muitas maneiras de nos expressarmos corretamente e cada entidade tem a sua, pois depende muito da sua identidade e da mensagem que queira passar. Por isso, um manual de consulta rápida que reúna essas especificidades é um instrumento de trabalho essencial. 

Alguns exemplos importantes são o livro de estilo da Lusa, o livro de estilo do Público e o do website do Ministério da Justiça.

As principais vantagens de elaborar um livro de estilo são:

Uniformizar a escrita

Para se poder seguir sempre a mesma linha editorial, é essencial manter a coerência e evitar incongruências. Ter um guia de estilo ajuda todos os profissionais que tratam da comunicação de uma única entidade a seguirem as mesmas regras. Do mesmo modo, é também um instrumento fundamental para os profissionais que escrevem para muitas empresas. 

Atestar rigor e profissionalismo

Quando toda a comunicação é feita da mesma maneira, coesa e organizada, não só é mais fácil transmiti-la e identificá-la, como também evidencia rigor e profissionalismo.

Simplificar a adaptação dos conteúdos

Diferentes meios exigem diferentes registos. A escrita de um artigo para um jornal não é igual à de um copy de redes sociais, à de um texto de um website nem à de um press release, por exemplo. 

No entanto, é necessário manter uma identidade em termos de linguagem e estilo. Para tal, é preciso determinar que regras devem ser seguidas em cada canal, além de ter sempre em mente a voz da empresa. Os livros de estilo facilitam esta adaptação dos conteúdos para os vários meios. 

Facilitar a edição e revisão

Um passo importante na produção de conteúdos é a edição, para identificar qualquer discrepância ou incorreção. O livro de estilo é um excelente auxiliar de consulta rápida para o editor ou revisor. 

Promover o uso correto da língua

Os livros de estilo não são gramáticas nem dicionários, e não dispensam a consulta destes no caso de permanecer alguma dúvida. No entanto, existem algumas regras e esclarecimentos que podem ser incluídos, promovendo o uso e a difusão do bom português.

Unificar a comunicação de uma empresa

A linguagem é parte da imagem de uma entidade. Por isso, a uniformidade da mensagem e da forma de a transmitir são cruciais para levar o público-alvo a sentir ligação, criando uma relação mais duradoura. Por exemplo, levando um consumidor a preferir sempre o mesmo jornal.

Além disso, também ajuda a prevenir a associação do seu conteúdo a outras marcas. Existe uma palavra ou um conceito muito usados pela concorrência? Então, deve estar claro no guia de estilo que devem ser evitados.

Todos estes critérios que compõem os manuais de consulta rápida ajudam a evitar disparidades e falhas, e promovem a qualidade e o rigor nos vários conteúdos e canais de comunicação de uma empresa. Assim, ao unir toda a comunicação de uma entidade, conseguimos dar à marca aquela voz e estilo reconhecível de que falávamos no início. Se ainda não tem um, de que está à espera? Saiba como criar um livro de estilo para a comunicação da sua empresa.

Nós ajudamos a dar voz à sua marca com conteúdos originais.

Rosa Machado
Conheça o autor / Rosa Machado