Marketing sazonal: o que é e como deve ser aplicado

Marketing sazonal: o que é e como deve ser aplicado

“Planeamento” é um dos conceitos-chave que devem nortear o trabalho de qualquer equipa de Marketing. Como em todos os jogos de estratégia, é decisivo que se pondere e antecipe os passos que serão tomados. Só assim se pode garantir uma estratégia de comunicação bem-sucedida, que ofereça vantagem à organização. Neste quadro, o Marketing sazonal é uma ferramenta crucial. Saiba então como a utilizar para estar um passo à frente da sua concorrência nos momentos mais decisivos do ano. 

O que é Marketing sazonal?

A sazonalidade é uma das noções determinantes para o planeamento de Marketing. As diferentes estações do ano e algumas datas comemorativas, como o Natal, a Páscoa, o Carnaval ou os dias dedicados às mães, aos pais ou aos namorados, fazem toda a diferença nas dinâmicas do mercado. É, por isso, imprescindível estar atento ao calendário.

Ora, o Marketing sazonal procura, de modo proativo, tirar proveito destas datas especiais para aumentar as vendas/conversões e gerar capital reputacional para a marca. São, portanto, campanhas especialmente concebidas para responder ao espírito e às necessidades específicas de uma dada época do ano. Contudo, é importante ser criterioso e metódico nesta abordagem.

Planeamento e implementação

Em primeiro lugar, é fundamental que se entenda qual o ciclo de compra dos produtos ou serviços da marca em questão. No âmbito do Marketing sazonal, a pergunta que se deve fazer é: de que forma é que as diferentes épocas do ano influem no meu negócio? 

Sem a resposta a esta questão, muito diferente para chocolateiras ou para agências de viagem, por exemplo, será impossível realizar uma escolha estratégica das datas que garantirão uma maior adesão do seu target. Depois, definidos os momentos para as campanhas, é necessário estabelecer objetivos e fazer um planeamento da comunicação. 

Pois bem, esse processo não pode dispensar uma atenta pesquisa das keywords mais relevantes para a campanha em questão. Procure então perceber quando é que o volume dessas palavras-chave começa a aumentar, quando é que atinge o seu pico e em que altura é que entra na curva descendente. Com esta informação, pode desenhar e delimitar temporalmente a campanha com muito mais eficácia. 

No momento de definir a mensagem-chave, lembre-se de que a criatividade é determinante. Neste capítulo, o storytelling é um recurso poderoso, capaz de envolver a audiência através da emoção.

Aposte numa história que se coadune com a época e que gere identificação no seu público-alvo. Além disso, não se esqueça de que a campanha deve sempre espelhar a identidade e os valores basilares da marca. Afinal, a autenticidade é imperativa.

Exemplos de Marketing sazonal

Existem múltiplos exemplos de campanhas de Marketing sazonal muito bem-sucedidas. Trazemos-lhe algumas, para que se possa inspirar. Ora espreite. 

Nesta campanha de Carnaval, a Apple Brasil mostra que, com as selfies com iluminação de retrato do seu smartphone, todas as pessoas podem certamente ser o destaque destes dias de euforia.

Este anúncio da Nivea, elaborado para o Dia da Mãe, relembra-nos de que o amor materno pode ter muitas formas. Algumas mais imprevisíveis e, por isso, muito emocionantes. 

Aproveitando a estética fantasmagórica que caracteriza o Halloween, a IKEA preparou este vídeo publicitário em que os seus têxteis oferecem vida — de forma bastante literal — a uma casa. 
Assim, invista no Marketing sazonal e torne a sua mensagem mais eficaz nos momentos determinantes.

Conte uma história que inspire a sua audiência.

Luís Eusébio
Conheça o autor / Luís Eusébio

Produtor e gestor de conteúdos da Webtexto.