A influência da Inteligência Artificial nas estratégias de Content Marketing

A influência da Inteligência Artificial nas estratégias de Content Marketing

Quando pensamos em Inteligência Artificial (IA), o primeiro pensamento transporta-nos imediatamente para os filmes de ficção científica. Filmes como o “I, Robot” e, mais recentemente, o “Ex-Machina” e o “Her” levam-nos da teoria para uma realidade próxima, ao mesmo tempo que nos alertam para os perigos e benefícios que a inteligência artificial pode trazer para a vida humana.

Exagerados ou não, a verdade é que conversar com robots já não é apenas ficção. Aplicações como a Siri, a Cortana, a Alexa e o Google Now já fazem parte do dia a dia de milhares de pessoas e é cada vez mais provável visitar um website, tentar contactar com alguém no chat disponível e acabar a falar com um robot.

Naturalmente, pela incrível potencialidade que esta tecnologia tem, quase todos os setores podem beneficiar de alguma forma com o poder da IA. Nesse sentido, os profissionais de content marketing têm-lhe prestado especial atenção. Descubra como a IA pode ter impacto e fazer parte da sua estratégia de content marketing, assim como quais são os principais benefícios da utilização desta tecnologia.

 

Como pode a Inteligência Artificial impactar as estratégias de Content Marketing?

Para se perceber como é que a inteligência artificial pode ter impacto e fazer parte das estratégias de content marketing, é necessário entender primeiro o conceito de IA.  O termo ‘inteligência artificial’ foi criado por John MacCarthy, em 1956. No entanto, a IA está a tornar-se mais popular nos dias de hoje, devido ao aumento do volume de dados, algoritmos avançados e melhorias significativas no poder de computação e armazenamento.

Têm sido desenvolvidos alguns robots humanoides – com destaque para o robot ‘Sophia’ -, projetados para aprender, adaptar-se ao comportamento humano e trabalharem com seres humanos. A verdade, é que a evolução atual das tecnologias da IA não é tão assustadora como nos mostram os filmes “I, Robot” e “Ex-Machina”.

A IA tem evoluído para resolver problemas e aprender com o que está à sua volta, bem como para fornecer benefícios específicos em todos os setores. O content marketing, em conjugação com a IA, pode tornar-se numa combinação perfeita para divulgar a marca e envolver os públicos. A IA pode ajudar as marcas a alcançarem os consumidores com mensagens mais autênticas, relevantes e envolventes. Embora ainda não possamos considerar a IA como o melhor amigo dos marketeers, muitos são os benefícios em adicionar esta tecnologia às estratégias de content marketing.

 

Principais benefícios que a Inteligência Artificial traz ao Content Marketing

 

Automatização do processo de criação de conteúdosCapacidade de analisar dadosCapacidade de compreensão dos públicosPersonalização e automatização do atendimento ao públicoPossibilidade de recomendar conteúdos pelos quais o cliente se interessa

Alguns softwares podem ajudar na criação de conteúdos. No entanto, o consenso quanto a esta prática ainda não existe, tendo em conta que o toque humano será sempre necessário para dar valor e relevância aos conteúdos. Porém, o facto de existirem ajuda os profissionais de content marketing a planear, desenvolver, promover e analisar conteúdos de forma muito mais eficaz.

Deste modo, a inteligência artificial permite a automatização de certas tarefas fundamentais no processo de criação de conteúdo e na medição do seu desempenho, tais como:

  • Pesquisa de palavras-chave;
  • Pesquisas de imagens;
  • Agendamento de conteúdos nas diversas plataformas;
  • Geração de métricas de desempenho.

 

Uma das grandes desvantagens do ser humano é que as suas habilidades não são infinitas, ao contrário do que acontece com os robots. O ser humano pode levar horas e dias a detalhar os padrões de comportamento do consumidor num website específico, enquanto por outro lado a inteligência artificial pode gerar esses dados em segundos.

Existem diversos softwares a desenvolver esta análise de dados de forma mais facilitada. Por exemplo, as redes sociais – Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn – permitem uma extração imediata do desempenho de cada publicação específica, tal como das campanhas desenvolvidas. Além das redes sociais, a Google também disponibiliza as ferramentas Analytics e o Adwords que fornecem todos os dados de desempenho de todas as campanhas e do website. Para complementar estas duas ferramentas, a Google criou, mais recentemente, uma nova ferramenta, o Google Data Studio – ainda em fase beta – que permite a realização de relatório com diversas fontes de dados – como o Analytics e Adwords – numa única plataforma.

Com esta capacidade, a IA permite aos marketeers extrair insights a um ritmo mais elevado,  aprimorar a capacidade de criar estratégias mais eficazes e melhorar o processo de tomada de decisão.

Um dos objetivos de um profissional de content marketing é procurar os melhores recursos e conteúdos para aumentar as oportunidades de conversão. No entanto, sem uma boa compreensão dos públicos e dos clientes, isso não é possível.

Assim, a IA permite, nos dias de hoje, entender as necessidades, desejos e expectativas dos clientes mais rapidamente. Os relatórios disponibilizados pela tecnologia de IA ajudarão as empresas a entender quais os produtos e serviços a promover para um melhor resultado. Além disso, uma melhor compreensão dos seus públicos também ajudará a fornecer um melhor serviço ao cliente.

Um dos grandes poderes que a inteligência artificial trouxe às estratégias de content marketing foi a automatização e personalização do atendimento ao público. Já ouviu falar sobre o chatbots? Para entender, os chatbots representam uma grande evolução na relação entre pessoas, marcas e tecnologia. Influenciam desde a maneira como as pessoas utilizam os seus telefones até à operação de atendimento e suporte das empresas.

Esta ferramenta é muito fácil de encontrar quando estamos num website que disponibiliza um chat para tirar dúvidas e trocar mensagens. Geralmente, uma pessoa imagina que está a falar com outra pessoa do outro lado, mas na grande maioria das vezes quem lhe difunde a informação requerida são ‘robots’. Estas mensagens com tecnologia AI são fundamentais para conversar com os consumidores a qualquer hora, por meio de uma experiência interativa e envolvente.

As pessoas gostam de receber recomendações de qualidade e consumir conteúdo personalizado de acordo com as suas necessidades e gostos. Deste modo, quando as empresas dispõem de newsletters para os seus clientes e assinantes, torna-se essencial que inclua recomendações de produtos para aumentar as hipóteses de venda.

Existem muitas empresas a utilizar a inteligência artificial para recomendar produtos. Exemplo prático disso é o Netflix e o Spotify. Estas plataformas utilizam a análise preditiva, isto é, prevêem os gostos do consumidor para recomendar os seus produtos, com base no seu comportamento anterior.

 

Além destes benefícios – que consideramos serem os principais -, existem muito mais que poderíamos enumerar e que já estão a ser trabalhados pelas equipas de content marketing. No geral, a tecnologia de inteligência artificial ao serviço do marketing permite que as estratégias de content marketing sejam muito mais eficazes e cheguem aos público corretos. Deste modo, as empresas conseguem aumentar as vendas e ter clientes satisfeitos que garantem um retorno positivo.

 

Bruno Santos
Conheça o autor / Bruno Santos

Produtor e gestor de conteúdos da Webtexto.