Infografia: Mostrar de forma simples o que é complicado

Infografia: Mostrar de forma simples o que é complicado

Como mostrar dados complexos de uma forma que todos os leitores possam percebê-los facilmente, mesmo que não estejam habituados a consultar gráficos? Como transformar uma imagem numa ferramenta de comunicação interativa, que permite ao utilizador obter informação adicional acerca do que lhe está a ser mostrado? A infografia pode ser a melhor resposta a ambos os desafios.

Simplificando, trata-se de uma forma de apresentação da informação que combina texto, imagem, vídeo, gráficos e outros conteúdos com o objetivo de facilitar a transmissão dos dados que se pretende divulgar. É um recurso cada vez mais utilizado nos conteúdos de marketing, permitindo explicar realidades complexas da forma mais simples possível.

Neste campo, o papel do designer é fundamental. Se tem a possibilidade de fazer uma infografia de raiz, nada como ter à mão um profissional habilitado a trabalhar com programas de ilustração e criação de gráficos, que lhe dá um resultado final personalizado. Veja estes exemplos criados pela Webtexto para os artigos sobre criatividade, millennials e baterias para carros.

 

Infografias da Webtexto

 

Ferramentas gratuitas

Para quem tem orçamentos curtos ou quer começar a explorar esta área, existem várias alternativas disponíveis online, que permitem criar infografias de forma gratuita.

Um exemplo recente é a plataforma Flourish. Originalmente concebida para jornalistas, é possível usar os recursos disponíveis para criar apresentações diversificadas, que incluem o uso de mapas, gráficos e vários templates já pré-construídos. É possível criar uma conta gratuita, com a condição de que tudo o que for produzido fica público e disponível online. Os planos pagos disponibilizam mais recursos e permitem manter os conteúdos privados.

Eis um exemplo criado com o Flourish: um gráfico ao estilo chart race, que mostra a evolução do número de pessoas de cada faixa etária em Portugal, no período entre 1975 e 2017. De uma forma simples, percebemos como a sociedade está a envelhecer.

 

 

Outros exemplos de software que pode experimentar gratuitamente online são o Venngage, Visme, Infogram, Canva, Easel ou o Piktochar. Todos estes programas têm uma versão paga que desbloqueia funções mais avançadas, mas as funções de base permitem ao utilizador de nível inicial dar os primeiros passos na criação de conteúdos infográficos, que pode publicar em sites ou redes sociais.

 

Imagens com vida

Mais simples do que uma infografia, existem ferramentas online que permitem criar imagens interativas, a partir de uma foto ou ilustração. Um recurso que pode ajudar a aumentar o tempo de atenção de quem vê uma determinada página na net e que suscita a curiosidade de quem quer saber mais sobre um local, serviço ou produto. Um dos exemplos mais simples de usar é o Genially, com o qual criámos esta imagem interativa de Lisboa. A possibilidade de incluir conteúdos de redes sociais e de sites é uma mais valia desta aplicação, de uso muito simplificado. Como sempre, a versão grátis tem limitações, mas permite dar azo à criatividade.

 

 

Está a utilizar os conteúdos certos na sua estratégia de content marketing?

 

Faça uma avaliação gratuita!

Webtexto
Conheça o autor / Webtexto

Fundada e constituída por jornalistas experientes, a Webtexto acumula já mais de 15 anos de atividade em diversas áreas e setores, especializando-se na área de informação e content marketing.