Diferenças entre publicidade comercial e Content Marketing

Diferenças entre publicidade comercial e Content Marketing

Há um cenário que se repete várias vezes quando nós, já muito familiarizados com estratégias de Content Marketing, perguntamos a alguém se conhece o termo: do outro lado, ouvimos “Isso não é uma espécie de publicidade comercial?”

Pois, de facto Content Marketing e publicidade comercial não são a mesma coisa e daí que seja muito importante estabelecer bem as diferenças entre os dois conceitos. Mas não só. Há outros termos com os quais Content Marketing pode ser confundido e que importa deixar claro.

Content Marketing não é publicidade comercial

Quando falamos em Content Marketing, falamos em ter/dominar canais próprios e controlar o que é publicado e como é publicado. Os meios próprios podem ser um blog, redes sociais ou uma newsletter. Já quando nos referimos a publicidade, estamos a falar em comprar espaço noutros meios de outrem para chegar a audiência desses meios.

Oposto da publicidade comercial e de outros tipos de publicidade, para o Marketing de Conteúdo a prioridade não é falar da marca. Pelo contrário, o foco está no público-alvo e em dar conteúdo útil que responda às necessidades e aos problemas que possa ter. Torna-se de tal forma atrativo que é o próprio consumidor a querer consultar esses conteúdos. Acresce que é uma forma de a marca e os consumidores criarem uma relação.

Content Marketing não é propaganda 

Importa aqui referir que falamos propaganda como publicidade comercial. Associada sobretudo à área da ideologia, a propaganda visa de facto difundir uma ideia, opinião ou doutrina. No entanto, o dicionário também define propaganda como sinónimo de publicidade: “difusão de mensagem de carácter persuasivo incitando ao consumo de produto ou serviço”. Propaganda e campanhas publicitárias distinguem-se, por isso, de Content Marketing.

Content Marketing não é Branded Content

O Branded Content pode ser um dos instrumentos utilizados numa estratégia de Marketing Digital, tal como o Marketing de Conteúdos. Contudo, neste caso está em causa usar meios de outrem – nomeadamente meios de comunicação digitais – e tirar partido da audiência já construída pelos mesmos para chegar a uma audiência específica. 

Ainda assim, o Branded Content, quando bem utilizado, recorre à mesma estratégia do Content Marketing, ao optar por produzir conteúdos que estão mais focados nos problemas e nas necessidades do consumidor. Ou seja, é um conteúdo que está em linha com a informação que o consumidor espera obter no meio no qual se encontra.

Content Marketing não é publirreportagem

Ainda que diferente de Branded Content, a publirreportagem usa também os meios de outrem para veicular uma mensagem, que, neste caso, tem uma índole mais próxima da publicidade comercial. Ou seja, a marca é a protagonista do conteúdo.

Distinguir Content Marketing de todos estes termos é importante, mas também é fundamental perceber que não basta ter um blog e estar presente nas redes sociais para uma marca assumir que tem uma estratégia de Content Marketing e que não está apenas a fazer publicidade comercial. O fundamental está mesmo no conceito e no tipo de conteúdo.

Agora que já sabe o que não é Content Marketing, conheça melhor as características desta estratégia poderosa para o seu negócio.

O Content Marketing é o caminho que quer seguir?

Blandina Costa
Conheça o autor / Blandina Costa

Editora e diretora-geral da Webtexto.