Quais as diferenças entre público-alvo e personas?

Quais as diferenças entre público-alvo e personas?

No marketing existem duas formas que podem ajudar-nos a perceber qual é o público certo para o produto ou serviço que queremos comunicar: o Público-Alvo – amplamente conhecido – e a criação de Personas.

Desta forma, conhecer bem os públicos que se quer atrair é uma das principais etapas de qualquer estratégia de marketing digital. É uma das etapas que acarreta mais responsabilidade e complexidade, tendo em conta que pode colocar em causa o sucesso de uma campanha. Deste modo, não vale a pena ter uma boa campanha de marketing digital, se posteriormente não se tem um público bem definido e estruturado para ir ao encontro do que queremos «vender».

Neste artigo, a Webtexto compromete-se a explicar-lhe quais as diferenças entre o público-alvo e a criação de personas, bem como a importância de entender quais as características e como utilizar cada um destes conceitos na sua estratégia de marketing digital.

 

O que é o Público-Alvo?

O conceito de Público-Alvo é amplamente conhecido pela grande maioria das empresas e por todos os marketeers. O público-alvo trata-se de um grupo amplo de consumidores que têm características comuns e têm maior propensão para adquirir os produtos ou serviços que são oferecidos. Deste modo, é para estas pessoas que as campanhas de marketing digital devem estar voltadas, pelo interesse que têm no produto ou serviço específico que se pretende «vender».

Para traçar o perfil do público-alvo torna-se necessário recolher algumas informações gerais sobre os fatores comportamentais, demográficos, económicos e sociais. Posteriormente, com essas informações é possível ter acesso às características que todos têm em comum e que os tornam mais indicados para a estratégia de marketing digital.

Geralmente, as informações que são recolhidas para definir o público-alvo são:

  • Idade
  • Género

  • Estado civil
  • Habilitações escolares

  • Profissão
  • Cidade

  • Hábitos de consumo

 

Para entender melhor como se deve definir o público-alvo, deixamos-lhe um exemplo prático:

Homens, entre os 30 e os 45 anos, casados, com formação de ensino superior, residentes na área metropolitana de Lisboa, com um ordenado entre os 2000 e os 2500 e apaixonados por fotografia.

 

O que são as Personas?

As personas são um conceito mais recente e utilizado para atrair clientes baseado na criação de conteúdos. Nesse sentido, as personas são a representação fictícia do cliente ideal com base em pesquisas de mercado e dados reais sobre o comportamento e características dos clientes já existentes.

A criação de personas é um passo fundamental para que se obter resultados numa estratégia de marketing digital. Através deste conceito é possível enviar a mensagem certa para as pessoas certas, sem que se esteja erradamente a comunicar touradas para quem é anti-touradas e defende os direitos dos animais.  Deste modo, as personas permitem aos marketeers determinar o tipo de conteúdo a produzir, definir o tom e o estilo do conteúdo, definir os temas que devem ser abordado e desenhar estratégias de marketing digital mais focadas.

As personas são, portanto, formadas a partir de informações pessoais que são recolhidas dos clientes já existentes e que formam uma leitura real e detalhada do interesse no produto ou serviço. Deste modo, algumas das informações e características que ajudam a definir as personas são:

  • Nome fictício
  • Idade
  • Género

  • Profissão
  • Objetivos
  • Desafios e dificuldades

  • Interesses
  • Local de trabalho
  • Rendimento mensal

  • Local de residência
  • Hobbies

 

Para além destas informações e características, os marketeers ou as empresas podem detalhar mais pormenorizadamente a persona, tendo em conta o tipo de negócio para o qual se está a criar conteúdo.

O exemplo da criação de uma persona pode ser:

O João tem 35 anos, é casado e tem dois filhos. Tirou licenciatura e mestrado em Engenharia de Informática e de Computadores no Instituto Técnico de Lisboa. Hoje é  técnico de informática e está a trabalhar numa startup tecnológica em Oeiras, enquanto reside no centro de Lisboa. Dada a agitação da capital, adora viajar por locais remotos e de natureza pela calma e paz que lhe transmitem. O seu hobbie preferido é a fotografia de natureza, por isso viaja em diversas situações para a Serra da Estrela e para o Gerês, onde encontra lugares calmos e com uma beleza natural fantástica. Com um rendimento mensal superior à média nacional, está a procurar uma casa num destes locais para se instalar sempre que se queira refugiar da agitação da cidade e passar as suas férias e tempos livres.

 

Público-alvo vs Personas

Percebe-se, assim, que os conceitos de público-alvo e de personas podem ser muito parecidos, mas na verdade são conceitos distintos e são essenciais em diferentes etapas na elaboração de uma estratégia de marketing digital.

O público-alvo deve ser uma das primeiras etapas a definir numa estratégia de marketing digital. Nesta fase, as informações sobre o cliente ideal  devem ser mais generalizadas. Após definidas as características globais dos consumidores, deve passar-se numa fase mais adiantada da estratégia para a criação de personas. Estas ajudam-nos a segmentar o público e a conseguir traçar estratégias mais individualizadas. Para que as personas sejam corretamente criadas, é necessário haver um conhecimento mais aprofundado sobre os clientes já existentes e que estão a consumir o produto ou serviço em questão.

A nível de comunicação, existem também grandes diferenças entre estes dois conceitos. Quando as empresas só têm um público-alvo definido, o relacionamento entre a empresa e o consumidor é mais distante e superficial. Este tipo de relacionamento ocorre devido ao facto de se estar a comunicar para um público muito geral, sem sabermos exatamente os interesses dos mesmos. Pelo contrário, as personas permitem um relacionamento mais íntimo e pessoal entre as empresas e os consumidores. Desta forma, a distância entre as duas partes diminui e aumenta a confiança dos consumidores para com a empresa.

Agora que a diferença entre público-alvo e personas ficou clara, é hora de colocar em prática estes conhecimentos. Aceda também ao artigo que lhe explica o poder da segmentação do público-alvo numa estratégia de marketing digital.  

 

Bruno Santos
Conheça o autor / Bruno Santos

Produtor e gestor de conteúdos da Webtexto.