As melhores ferramentas para criar ebooks

As melhores ferramentas para criar ebooks

A produção de conteúdos abarca uma série de opções, desde um artigo para um blog a um vídeo, mas numa estratégia de content marketing, que procura dar um valor acrescentado aos utilizadores, há um formato que não pode ser posto de lado: os eBooks.

Pela profundidade e pelo detalhe com que permitem abordar os temas, os eBooks são uma fonte de informação rica para quem consulta a informação e uma forma de mostrar o verdadeiro know how e especialização de quem a produz. Por isso mesmo, são os produtos mais utilizados nas estratégias de geração de leads e captação de contactos. Os potenciais clientes não hesitam em partilhar os seus contactos, sabendo que em troca vão receber informação útil e que permitirá aumentar os seus conhecimentos em determinadas áreas.

Para ajudar nesta tarefa, há uma série de ferramentas no mercado que permitem criar facilmente eBooks atrativos. De soluções mais profissionais, sobretudo pensadas para designers gráficos, a soluções mais intuitivas e práticas, ou até mais económicas, escolhemos um leque diversificado de opções que existem no mercado.

 

Creatavist

LucidPress

creatavist, ferramentas, ebooks, ebook

lucidpress, ferramentas, ebooks, ebook

Recebeu a medalha de ouro de melhor ferramenta para criar eBooks atribuída pelo website Top Ten Reviews de 2016. Teve pontuação máxima no que diz respeito à facilidade de utilização e esse é de facto um dos pontos fortes desta ferramenta. Permite criar, de uma forma muito fácil, artigos visualmente muito apelativos, juntando texto, imagens e vídeos, dando um caráter dinâmico e atrativo aos conteúdos. A versão gratuita permite escrever, fazer o design e publicar projetos sem qualquer limitação. Já para criar uma marca e vender o produto é preciso fazer um upgrade para uma conta paga. Depois de publicado, o artigo passa a ter um link e pode ser facilmente partilhado nas redes sociais.

Bastante intuitiva, esta ferramenta funciona apenas através do browser, o que faz com que seja bastante acessível. Permite criar revistas e newsletters, mas também documentos mais promocionais como brochuras ou flyers. Para cada uma destas alternativas de documentos há vários templates disponíveis que podem ser adaptados. É possível adicionar, depois, blocos de texto e imagens, personalizando o documento. A exportação pode ser feita em PDF ou formato de imagem (PNG e JPEG). Outra característica importante é que permite importar ficheiros do InDesign. Esse é aliás um dos argumentos de venda desta ferramenta: o facto de concorrer com o software da Adobe por um preço mais competitivo. A versão gratuita é limitada a alguns dias e, para quem ficar fã, a alternativa é mesmo avançar para um plano pago.

InDesign

Scrivener

indesign, ferramentas, ebooks, ebook

Scrivener, ferramentas, ebooks, ebook

À semelhança de outras ferramentas da Adobe, o InDesign é um dos softwares mais conhecidos do mercado para o design de publicações, seja flyers, revistas ou eBooks. Esta ferramenta permite definir se o documento é para ser impresso, se é para a web ou se se trata de uma publicação digital, com as medidas próprias para cada objetivo e com a possibilidade de exportar como PDF e numa série de outros formatos. É também possível adicionar conteúdo áudio, vídeo e HTML. Para quem gosta de trabalhar com templates predefinidos, esta não é uma solução disponível no InDesign. Por outro lado, quem usa outras ferramentas da Adobe beneficia da capacidade de integração entre as várias soluções. Sendo certo que esta não é a solução mais económica, é a solução mais comum entre os profissionais de design.

O Scrivener é uma solução vocacionada para eBooks e para quem quer escrever livros, seja um romance ou uma dissertação. Tem todas as ferramentas que envolvem a produção de um livro, como a possibilidade de tomar notas, planear ou fazer revisões. Além disso, permite fazer o upload de gráficos, imagens e vídeos, armazenado todos os materiais de suporte à produção do livro. É considerada uma solução mais adequada para quem usa o sistema operativo iOS, mas é também compatível, por exemplo, com o Windows 10. Tem um interface bem organizado e é fácil de usar. Suporta PDF e HTML.

Scribus

scribus, ferramentas, ebooks, ebook

Ferramenta open source, o Scribus pode ser usado nos três sistemas operativos – Windows, iOS e Linux. Neste caso, há uma série de templates que ajudam quem quer desenvolver um produto rapidamente ou quem não tem tantas habilidades em termos de design. O trabalho pode ser exportado em PDF e noutros formatos mais adequados para uma impressão profissional. Pode ser uma alternativa ao InDesign para quem trabalha em várias plataformas, mas pode também ser demasiado complexo, com um interface pouco intuitivo, para quem só quer fazer alguns trabalhos pontuais.

Imagem por Andreia Dias com recurso a Icons DB e COLOURlovers

Webtexto
Conheça o autor / Webtexto

Fundada e constituída por jornalistas experientes, a Webtexto acumula já mais de 15 anos de atividade em diversas áreas e setores, especializando-se na área de informação e content marketing.